sexta-feira, 19 de julho de 2019

Acreditar é o mesmo que ignorar



Ou você sabe ou não sabe, simples assim. Se você não sabe é apenas um ignorante, fácil de ser manipulado. Mas não se ofenda, não tenho culpa da carga pejorativa que essa palavra sofreu e não consigo encontrar outro verbete mais adequado. Você ignora e pronto.

Todos nós somos mais ou menos ignorantes e isso é maravilhoso, não há do que se envergonhar, pior seria passar-se por sábio sem sê-lo. 

Estamos aqui em um processo de aprendizagem voltado para o nosso despertar e não será através de informações externas que alcançaremos o entendimento da Dinâmica Universal.

Aquilo que, através do senso comum, é considerado ‘conhecimento’, na verdade, é apenas carregar ideias de outros dentro de si. Seria como se estivéssemos armazenando o outro dentro da gente, um verdadeiro peso intelectual que em algum momento deverá ser aliviado. 

O verdadeiro saber vem de dentro, de nossa Verdadeira Natureza, surge através de insights, com se uma luz estivesse acendendo-se, o resto é crença. 

Você acredita naquilo que foi dito, ensinado, escrito e essas crenças acabam transformando-se em certezas dentro de você, de forma a criar um programa mental específico, onde todas as suas ações e escolhas sofrerão a influência desse material. Somos escravos de nossas certezas e vivemos nessa gaiola, presos àquilo que acreditamos.

Ou você sabe ou não sabe, não complique, pois aquele que acredita naquilo que ouve e aquele que ignora estão no mesmo barco: no barco da ignorância. Acreditar é o mesmo que ignorar. 

Saiba que você não sabe nada, isso facilita muito as coisas; não tente se apoiar em diplomas, graduações, experiências, aprendizados, nada disso. Acredite apenas naquilo que você consegue entender, tenha sempre como sua eterna companheira a dúvida. 

Iluminar-se é acender luzes dentro de si e essa luzes não são trazidas pela ciência, mas pela experiência. O processo é natural e não deve ser acelerado de forma artificial com teorias, doutrinas ou postulados. A manga só cai do pé quando está madura e essa maturação não está sob o nosso controle. 

A verdadeira fé não está no acreditar, mas no saber. Não devemos acreditar que tudo um dia vai dar certo, devemos saber que tudo já está certo e isso é uma verdadeira profissão de fé. Apenas para dar um exemplo, ou você sabe Deus ou acredita em Deus, as duas coisas são inconciliáveis. 

Aqueles que acreditam que sabem tudo, na verdade, são arrogantes, embusteiros, pseudo-sábios, crédutos, etc., apoiam-se em títulos acadêmicos e leituras, mas desconhecem o essencial. Aqueles, que pelo contrário, colocam-se diante da vida como aprendizes, reconhecendo sua própria ignorância, tratando a experiência da vida com leveza e aceitação, mesmo sendo ignorantes, apresentam um nível de evolução mais avançado.

Tentar falar de coisas celestiais para um intelectual é o mesmo que dar pérolas aos porcos, pois eles não irão se dobrar diante daquilo que possa desconstruir seus conceitos (ou preconceitos).

Sábio é aquele que conhece os limites da própria ignorância, dizia Sócrates. 



Autor: Paulo Tavarez
   
Terapeuta Holístico, Palestrante, Musico, Instrutor de Yoga, Pesquisador, escritor, nada disso me define.
Eu sou o que Eu sou!

E-mail: paulo.tavarez@cellena.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ultimo Artigo

O que o Yoga não é

Yoga significa união. A raiz “jug” da palavra em sânscrito, significa jungir (unir). O propósito do yoga é a união com o Absoluto, a re...

Últimos artigos