segunda-feira, 22 de julho de 2019

Não tenha medo de tornar-se a ovelha negra





Afrouxe o nó da gravata, esqueça os costumes, quem liga para as boas maneiras?

Olhe para você, você está agora consigo mesmo, sinta-se inteiro, deite-se nessa grama e perceba a Vida em toda a sua grandeza, ela está pulsando no ritmo da eternidade. 

Deixo o mundo pra lá, diminua gradualmente o seu envolvimento com ele, comece a desapegar-se de tudo aquilo que você tanto valoriza, pois são justamente as coisas que valorizamos que nos acorrentam.

Sei que é difícil sair do mundo, mas acredite, ninguém conhecerá a liberdade enquanto insistir em permanecer na cela. Você é a própria natureza se manifestando e essa natureza é tudo aquilo que humanidade entende por Deus, acredite, você é o único Deus que irá conhecer, quer algo mais valioso do que isso? 

Sei que os outros vão estranhar, sei que a sua família vai reagir, claro, você criou pactos inconscientes com todos eles. Acredite em você, esses pactos podem e precisam ser quebrados, ninguém tem o direito de conduzi-lo. 

Sei que toda essa transgressão terá um preço, pois eles vão tratá-lo como uma ovelha negra, mas calma, não tenha medo de ser essa ovelha negra, isso é maravilhoso, pois você está escolhendo manifestar a expressão real do teu ser e se você assumi-la estará assumindo quem você realmente é. 

Você quer continuar sendo aquilo que não é apenas para agradar os outros? Acredito que não, ninguém quer isso e com você não seria diferente. Todos querem uma reconciliação com a própria alma, todos buscam um reencontro com aquilo que existe de mais poderoso em si (o que na verdade, é o si mesmo). 

Seja essa ovelha negra, não aceite participar dessa rotina escravocrata que te obriga constantemente a fazer aquilo que você não quer, comportar-se dentro de padrões tradicionais, negar a sua vontade e aceitar os impositivos externos sem questionamentos. 

Se existe um Deus no Universo, esse Deus é você! 

Sei que diriam os crédulo: “Ah, mas você está falando como um ateu” 

Não, de forma alguma, o próprio Jesus nos disse que somos Deuses, ora, que espécie de Deuses seríamos de fato? Deuses sofredores? Pecadores? Escravos? 

Não meu amigo, a divindade faz parte da nossa Verdadeira Natureza, continuar sendo um objeto ajustado às expectativas mundanas, externas, criado apenas para agradar os outros que estão na cegueira de si mesmos, não é a solução. É preciso, como nos ensina Nietzsche, nos tornarmos quem somos. 

Existe algo de muito poderoso em você, algo que não morre, que jamais perde a consciência e que é pleno de êxtase. Não importa o que aconteça, você nunca será aquilo que acontece, entenda isso! 

Você já é tudo aquilo que precisa ser, só não se deu conta disso. Porque tentar realizar algo que já está realizado? 
O Espírito sempre esteve pronto e a carne sempre será fraca.



Autor: Paulo Tavarez
   
Terapeuta Holístico, Palestrante, Musico, Instrutor de Yoga, Pesquisador, escritor, nada disso me define.
Eu sou o que Eu sou!

E-mail: paulo.tavarez@cellena.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ultimo Artigo

O que o Yoga não é

Yoga significa união. A raiz “jug” da palavra em sânscrito, significa jungir (unir). O propósito do yoga é a união com o Absoluto, a re...

Últimos artigos