Como dominar as minhas emoções?



O homem lúcido é conduzido por sentimentos, o homem insensato é conduzido pelas emoções.
As emoções regem nossas ações e definem o estágio em que nos encontramos. Nesse estágio vivemos sob jugo dos combustíveis emocionais, vitimados pela cegueira e vivendo como escravos, quase sempre incapazes de resistir aos impulsos e inclinações da própria sombra.

Inteligência emocional é um termo controverso, pois inteligente é não ser influenciado pelas emoções.
Vivemos, portanto, no estágio das emoções, lutando para subirmos o degrau que nos levará ao estágio dos sentimentos.
As emoções são o verdadeiro ‘Calcanhar de Aquiles’ da humanidade, mas o que elas são realmente?
Todas as emoções são ‘máscaras do medo’, ou seja, quaisquer que sejam as nossas respostas emocionais, não são nada mais de que desdobramentos dos medos interiores que resultam da nossa falta de lucidez, todos os condicionamentos que fazem parte da estrutura do nosso caráter foram criados a partir dos nossos medos.

O medo é um dragão de muitas cabeças, que se disfarça de orgulho, vaidade, ambição, timidez, arrogância, apego, ansiedade, preocupação, assombro, enfim, de inseguranças de toda espécie, mas o que muitos não conseguem perceber é que o medo é uma ausência, existe em função da nossa ignorância. É preciso buscar o conhecimento para que ele perca força.
O medo é representado pelas trevas, enquanto o conhecimento, pela luz. Nunca existiu uma guerra entra as trevas e a luz, só existe a luz e a ausência dela. A coragem que é o seu antagonista natural não é uma emoção, é uma virtude, está no campo do sentimento. Ela é uma força que só irá manifestar-se em seu ser quando estiver sob o amparo do conhecimento. Ninguém teme aquilo que conhece, todos temem o desconhecido. Por isso um andarilho da Galileia ensinava: "conhecerás a verdade e ela voz libertará" .

O tímido teme a exposição, o orgulhoso teme o julgamento, o vaidoso teme a desaprovação, o inseguro teme o futuro, o ansioso teme o presente, assim por diante. O que é um ser iluminado senão um ser que foi capaz de expandir a própria consciência através do conhecimento? 
Concluindo, a luz não é algo que precisamos buscar, nós somos luz, nós somos divinos; no entanto, essa luz é algo que precisamos manifestar e não conseguimos por que vivemos imobilizados por culpas, remorsos, desejos etc... De que forma, então, poderíamos mudar isso? Através do despertar da nossa Natureza e o conhecimento será um dos instrumentos.

Apenas o embate cognitivo, o uso mais acentuado da razão e o desenvolvimento de nossas virtudes poderão nos livrar dessa condição escrava.

Uma pessoa iluminada é uma pessoa que conseguiu acender luzes na própria alma, a partir dos insights alcançados através do conhecimento.




Autor: Paulo Tavarez
   
Terapeuta Holístico, Palestrante, Musico, Instrutor de Yoga, Pesquisador, escritor, nada disso me define.
Eu sou o que Eu sou!

E-mail: paulo.tavarez@cellena.com.br

Comentários

Últimos artigos

Captação Psíquica

Desperte o Leão que existe em você

Plenitude

Aprenda a calar a boca!