Não serão as suas palavras que irão convencer, mas a sua energia











Se você ainda identifica-se com algum objeto externo, sejam eles pessoas ou coisas, você esta na ignorância, mas não se preocupe, você não está sozinho, a ignorância faz parte do estágio atual da humanidade, todos, de uma forma ou de outra, estão identificados com as informações externas.

Quem consegue ficar independente e não criar associações com aquilo que acontece? Apenas os iluminados. Você ainda não subiu esse degrau, pode até aspirar essa condição, mas vive identificado com o mundo e reage diante do influxo dos acontecimentos. 

Você é um ser mundano, assuma, não precisa envergonhar-se, não tente através de discursos ou postagens de teor elevado convencer os outros que você alcançou a realização. Você não consegue nem administrar as suas emoções, como quer vender a imagem de guru quando não consegue ser ao menos guru de si mesmo. 

Você é capaz de oferecer a outra face? É capaz de aceitar o outro sem julgamentos? Consegue desapegar-se de tudo aquilo que possui? Se esse for o retrato da sua condição, me desculpe, mas acredito que não. Todos estão no mesmo barco, procurando a luz sem renunciar as trevas, por isso é difícil acreditar naqueles que se arvoram 'iluminados'.

Repetir frases de Rumi, Nisargadatta, Shankara, Ramana, Ramakrishna, Francisco de Assis, Jesus, etc.. não farão de você alguém que conheceu a Verdade. Você apenas viu, ouviu e acreditou nesses argumentos, mas ainda não entendeu. Existe uma grande diferença entre conhecer e entender.

Olhe para si, mergulhe na própria sombra, dissolva esses conteúdos carregados de emoções que te escravizam e quando estiver livre desse material conheça a sua Verdadeira Natureza. Não serão as suas palavras que irão convencer os outros, mas a sua energia. Todos irão perceber quando estiverem diante de ti. Uma pessoa assim é recebida de joelhos, não precisa dizer nada, pois os grandes Mestres são uma fonte de cura e transformação para todos os que cruzam o seu caminho e eles não precisam sequer dizer uma palavra. São silenciosos como a Verdade, são amorosos por expressarem a própria essência. Você consegue ser silencioso e amoroso? Analise, veja se esse é o seu caso.

Não meu amigo, você é um ignorante como todos, seja humilde e reconheça, esse é o primeiro passo, não tente correr se você ainda não aprendeu a andar.

Muitos ainda estão no estágio escolástico das religiões, abraçando doutrinas e desenvolvendo uma intimidade com o processo de libertação. As religiões são apenas instituições temporárias, como placas que aparecem no caminho mostrando a direção. O problema é que a grande maioria de fieis, ao invés de continuar o caminho, ficam prostrados diante destas placas com reverência e admiração. 

Avance, não fique parado apenas no discurso religioso, você pode ir além, ultrapasse as fronteiras dessa programação, siga o coração, encontre as respostas para as suas indagações nos diálogos que você empreender com a própria alma, ela sim, será a fonte de todo o entendimento.

Aprenda a silenciar a controlar os pensamentos, silenciar a mente e ouvir a sua voz interior, pois ela nunca mente e jamais o induzirá a erros. 

Você já é tudo aquilo que precisa ser, apenas desconhece isso. Não há o que melhorar, muito menos o que aperfeiçoar, pois o objetivo maior é realizar aquilo que você sempre foi. Apenas seja o que você É.

Solte-se, entregue-se, aceite os impositivos da Vida, tudo está conspirando para o melhor. A dinâmica do Universo está voltada para o seu reencontro com a Verdade. 

Você é apenas um filho pródigo, perdido, sendo esperado pelo Pai de braços abertos.






Autor: Paulo Tavarez
   
Terapeuta Holístico, Palestrante, Musico, Instrutor de Yoga, Pesquisador, escritor, nada disso me define.
Eu sou o que Eu sou!

E-mail: paulo.tavarez@cellena.com.br











Comentários

Últimos artigos

Captação Psíquica

Desperte o Leão que existe em você

Plenitude

Aprenda a calar a boca!