Reino está dentro e não fora




O sofrimento que você está experimentando nesse momento, só existe em você; o mundo inteiro ignora isso. Sabe porquê? Porque ele teve início, está acontecendo e terminará dentro de você mesmo, pois foi projetado pelas suas crenças e criado com a argila das suas emoções. Mesmo que você tente envolver outras pessoas ou culpar as circunstâncias, nada irá mudar o fato de que todo esse infortúnio é seu. 

O mais estarrecedor é que você construiu um cenário de angústias e tenta desconstruir. Parece algo insano, mas é justamente isso que você fez: você criou um problema e agora sofre para solucioná-lo. Não tente procurar culpados, quem pariu Mateus que o embale, você é o único responsável pela maneira que escolhe olhar as coisas.

Esse é o retrato desse nosso estágio, passamos a vida enfrentando única e exclusivamente nós mesmos. Na atual idade astral da humanidade tudo é um problema, qualquer informação externa transforma-se em uma agressão, qualquer ação reclama reação, quase todo mundo vive com um barril de pólvora nas costas e tudo aquilo que acontece acendo um estopim. Perceber isso e assumir as próprias fragilidades já um grande passo, pois ninguém precisa ser herói.

Os ensinamentos do Mestre Nazareno ficaram na poeira, poucos fazem o esforço que deveriam para nascer de novo. Poucos querem quebrar a casca do ovo em que vivem para conhecer um novo mundo. A grande maioria prefere continuar agarrada às ilusões de uma realidade que se dissolve, a cada segundo, pelo simples fato de pertencer a uma instância onde tudo é impermanente.

Quem, nesse mundo, seria capaz de não resistir ao mal? Quem poderia oferecer a outra face? Quem deixaria de pensar em si mesmo para atender as demandas do outro? Acredito que poucos… muito poucos, na verdade. A grande maioria não subiu esse degrau ainda, a grande maioria só pensa em si e está pouco ‘se lixando’ para o outro. Por isso quase não existem cristãos, pois apenas os que ouvem as palavras do Nazareno e as colocam em prática estariam nessas condições. 

Olhando para o nível atual da humanidade, especialmente no ocidente que sempre auto intitulou-se judaico-cristão, tudo o que podemos notar é que são muito mais judaicos do que cristãos; aliás, não são nada cristãos, são fariseus da pior espécie, pois adoram julgar, adoram condenar, estão sempre com os dedos apontados para fora e preocupados com tradições e costumes. 

Cristo veio tirar a humanidade da ‘normose’, pois o seu discurso era libertário, como o de um verdadeiro revolucionário. Questionava tudo: o excesso de zelo com o sábado, com a higiene, com as escrituras, enfim, mostrou que o caminho é muito simples, porém é estreito e deverá ser percorrido através da renúncia de si mesmo.

O homem não compreendeu ainda que ele é o engenheiro, o arquiteto e o valente primeiro morador dessa casa que construiu. Ninguém pode ser responsabilizado por aquilo que existe no mundo interior de ninguém, pois assim como construímos todas as nossas mazelas, também somos responsáveis pela felicidade e bem estar que desfrutamos. 

Estamos aqui, apenas, para testemunhar, nada mais. Nosso Reino não é deste mundo, nem de qualquer outro, pois o Reino está dentro e não fora.

Comentários

Últimos artigos

Captação Psíquica

Desperte o Leão que existe em você

Plenitude

Aprenda a calar a boca!